sábado, 7 de julho de 2007

De onde viemos, porque viemos e para onde vamos.


1-De onde viemos?

Caro amigo, cremos na doutrina do Criacionismo Bíblico, que se entende da seguinte forma:

Deus criou todas as coisas através do Seu comando de voz: “E disse Deus: Haja luz; e houve luz. Gênesis 1:3”.
Há várias outras passagens no livro de Gênesis onde é narrado que Deus cria algo. No versículo 1 de Gênesis 1, temos a seguinte narrativa: “No princípio criou Deus os céus e a terra”. No capítulo 2 de Gênesis versículo 7 lemos o seguinte “E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” o corpo do homem foi formado de pequenas partículas do solo, mas, sua vida proveio do sopro de Deus (alma vivente), ou seja, um ser vivente. Diferentemente dos animais que estão descritos em Gênesis 1.21-24, o homem se distingue por ter sido criado à imagem de Deus e possuir alma, intelecto e volição, características que são inerentes ao ser humano, dessa forma surgiu o homem (o macho). De outra forma, a mulher surgiu em Gênesis 2.18-25.

2-Porque viemos?

Deus não necessitava fazer ou criar o homem, Ele não precisa e não depende de nada que possa vir do homem. Ele têm glória própria, majestade, domínio e poder. Entretanto, Deus quis criar o mundo, e viu Deus que tudo que tinha feito era bom, assim Ele criou o homem e a mulher Gênesis 1:25-28 “E fez Deus as feras da terra conforme a sua espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom. E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. Agora observe, é muito óbvio que Deus fez o homem para desfrutar de tudo quanto Ele (Deus) tinha feito, mas, não para por aí.

Em  Gênesis 3, o homem desobedece voluntariamente uma ordem explícita de Deus, e o homem deixa de ter comunhão íntima com Deus, mas observe no texto que estava tudo à disposição do homem, tanto espiritual quanto material, espiritual porque ele tinha comunhão direta com Deus e material porque ele desfrutava de todas as coisas criadas por Ele, ou seja, de forma ao contemplar a criação de Deus, o homem o glorificará (exaltará em louvor) por toda Sua criação, mas, como vimos em Gênesis 3, o homem decidiu enveredar por outro caminho. Nesse estado depois do pecado, que nesse caso foi a desobediência, o homem se coloca na situação de depravação total, o pecado fez separação entre o homem e Deus, pecado significa errar o alvo. Adão pecou e transmitiu  esse pecado a toda raça humana veja em Romanos 3.23, assim ele se tornou o nosso representante natural, pois ele é o representante da raça humana.

Visto que o homem está espiritualmente morto (Romanos 3.23), Deus providenciou um meio para a salvação do homem (Gênesis 3.15). O meio pelo qual Deus interviu para a salvação do homem foi enviando a Jesus Cristo, o Seu filho. Jesus é o unigênito filho de Deus (João 1.18), Ele é o único gerado da mesma essência de Deus, ou seja Ele é co-igual e co-existente com Deus (João 1.1,2). Então vejamos “A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. (Romanos 10:9-13)”. Apesar de o homem ter pecado contra Deus; Ele os ama (Romanos 5.8) e (João 3.16), bastando o homem apenas aceitar ao Senhor Jesus em sua vida e viver uma vida que agrade a Deus “Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor (Romanos 6:22-23)”.

Agora porque viemos? “Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios? (Romanos 9:23-24)”. Meu amigo Deus quis revelar a nós a plenitude de Sua glória, esse é o motivo porque viemos. E o motivo de estarmos vivos hoje e posicionalmente salvos (aqueles que recebem a Cristo), é porque as misericórdias de Deus que não tem fim. Portanto devemos viver uma vida que glorifique o nome de Deus e do Senhor Jesus Cristo.

3-Para onde vamos?

Como já mencionei, a bíblia é clara em dizer “A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. (Romanos 10:9-13)”.

Vemos em todo o livro de Apocalipse ou “Revelação” que Deus já havia proferido ou profetizado o fim (fim do mundo, do pecado, do Diabo, etc), mas, também profetizou através de João neste mesmo livro que Ele haverá de reunir todos aqueles que herdarão os céus e permanecerão eternamente no paraíso com Ele, essas pessoas serão aquelas que em vida confessaram ao Senhor Jesus Cristo como salvador de sua vida e andaram em conformidade com a Palavra de Deus, essas serão salvas ou seja, habitarão no céu. Por outro lado o mesmo livro menciona que o inferno está preparado para Satanás e seus seguidores, ou seja, seus anjos e todos aqueles que não receberam a Jesus que é o Dom gratuito de Deus. Resumindo, há apenas dois caminhos “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. (Mateus 7:13-14). A porta estreita é Jesus e a larga é a vida profana e promiscua, os desejos da carne (corações) vida leviana e etc. Você decide. Espero que decida por Jesus, pois espero um dia vê-lo pessoalmente lá no céu com Deus e Seus anjos e nossos incontáveis irmãos. Deus o abençoe.

Indico a leitura do livro “Como tudo começou” de Adauto Lourenço, Editora Fiel. 

1 comentários:

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

Estaremos lá, a Palavra de DEUS é Luz. JESUS LINDO É A VERDADE. Tenho os dois livros de Adauto Lourenço.

O SENHOR JESUS continue abençoando você.